SINTOMAS

 

Os principais sintomas são febre alta de início rápido, dores intensas nas articulações dos pés e mãos, dedos, tornozelos e pulsos.

 

Pode ocorrer ainda dor de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele.

 

Os sintomas iniciam entre dois e doze dias após a picada do mosquito. Cerca de 30% dos casos não apresentam sintomas. 

1.png

TRANSMISSÃO

Resposta

Terapêutica

O vírus Chikungunya é transmitido entre humanos por meio da picada da fêmea de mosquitos infectados. O mosquito adquire o vírus ao picar uma pessoa infectada durante o período de viremia, ou seja, quando o mesmo está presente no sangue do indivíduo.

 

Os principais vetores da doença são os mosquitos Aedes aegypti, de presença essencialmente urbana, em áreas tropicais; e o Aedes albopictus, presente majoritariamente em áreas rurais.

 

De acordo com as evidências científicas disponíveis atualmente, depois de infectada, a pessoa fica imune pelo resto da vida.

 

SOBRE CHIKUNGUNYA

Chikungunya, ou Febre Chikungunya, é uma doença viral transmitida aos seres humanos por meio de picadas de mosquitos infectados com o vírus chikungunya (CHIKV). Os transmissores (vetores) da doença são os mosquitos Aedes aegypti e Aedes albopictus, também responsáveis pela transmissão de outras arboviroses, como a dengue.

PREVENÇÃO

 

Ainda não existe vacina ou medicamentos contra chikungunya. Portanto, a única forma de prevenir a doença é evitar a proliferação e eliminar o mosquito transmissor.

Mantenha o domicílio sempre limpo, eliminando os possíveis criadouros, como água armazenada sem proteção, vasos de plantas, pneus, garrafas plásticas, piscinas sem uso e manutenção, e até mesmo em recipientes pequenos como tampas de garrafas no quintal.

Em locais de alta transmissão, roupas que minimizem a exposição da pele durante o dia, quando os mosquitos são mais ativos, podem proporcionar alguma proteção às picadas e podem ser adotadas principalmente durante surtos. O uso de repelentes e inseticidas, seguindo as instruções do rótulo e mosquiteiros também são medidas que proporcionam boa proteção.

SINTOMAS

 

Até o momento não existe um tratamento específico para chikungunya, portanto a orientação e prescrição médica são realizadas de acordo com os sintomas, com o uso de analgésicos, antitérmicos e antiinflamatórios para aliviar febre e dores. Em casos de sequelas mais graves, e sob avaliação médica individualizada, pode ser recomendada a fisioterapia.

 

Em caso de suspeita da doença, com o surgimento de qualquer dos sintomas, o indivíduo deve procurar um profissional de saúde para diagnóstico, acompanhamento e prescrição dos medicamentos corretos. No Brasil, os tratamentos são oferecidos de forma integral e gratuita por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). A Replick oferece atendimento e acompanhamento em sete estados brasileiros.

Inscreva-se para receber atualizações

© 2020 por Rede de Pesquisa Clínica e Aplicada em Chikungunya (Replick)